101 atrações de TV que sintonizaram o Brasil

Kogut,Patricia - Estação Brasil

  • R$ 49.9
Comprar
Em até 1x R$ 49.9
R$ R$ 49.9 no boleto
Formas de Pagamento

Parcelamento:

  • 1x de R$ 49,90

FORMAS DE PAGAMENTO

  • Visa
  • Master
  • Elo
  • Diners
  • Amex
  • Boleto
  • Boleto
loader
Nome Prazo de entrega Valor
Descrição
&bull Conhe&ccedil a o hotsite do livro:&nbsp &nbsp http://colecao101.com.br Desde o primeiro beijo na boca transmitido pela Tupi, em 1951, at&eacute Avenida Brasil, em 2012, a &uacute ltima novela a hipno(...)
Ver mais

Detalhes
- isbn: 9788556080219
- Idioma: PORTUGUES
- Páginas: 272
- Edição: 1
- Encadernação: BROCHURA
Sinopse
&bull Conhe&ccedil a o hotsite do livro:&nbsp &nbsp http://colecao101.com.br Desde o primeiro beijo na boca transmitido pela Tupi, em 1951, at&eacute Avenida Brasil, em 2012, a &uacute ltima novela a hipnotizar o pa&iacute s, a TV brasileira n&atilde o parou de evoluir. Quase 70 anos depois de sua primeira transmiss&atilde o, segue emocionando, lan&ccedil ando moda e revelando talentos. Passear pela hist&oacute ria da TV brasileira, de seus criadores e suas melhores produ&ccedil &otilde es &eacute como reencontrar velhos amigos. Nossas mocinhas e nossos gal&atilde s preferidos est&atilde o aqui nossos vil&otilde es mais terr&iacute veis, tamb&eacute m. Os humor&iacute sticos, as s&eacute ries, os programas jornal&iacute sticos, os infantis... Patr&iacute cia Kogut, uma das maiores especialistas no assunto, &eacute quem nos conduz ao longo desta rica e fascinante viagem. Prepare seu cora&ccedil &atilde o. Aqui s&oacute tem nota 10. *** Nada deixou o Brasil mais pop e mais antenado do que a TV. Nem mais americanizado, pois ao abrir o primeiro canal, no raiar dos anos 1950, o pioneiro Assis Chateaubriand n&atilde o seguiu o modelo da inglesa BBC, mas a f&oacute rmula &ldquo Nossos comerciais, por favor&rdquo das redes dos Estados Unidos. Sintonizando o pa&iacute s de cabo a rabo, a TV fez tudo mais colorido, mesmo quando s&oacute transmitia em preto e branco. Ligada, deixou nossa vida por um fio e botou todo mundo com o dedo na tomada. A TV reinventou a dramaturgia do pa&iacute s, impulsionou sua m&uacute sica, bebeu na fonte de sua literatura, eletrizou seu jornalismo, consagrou sua propaganda. De certa forma, virou seu cinema novo, sua nova bossa, seus tambores e clarins e tamb&eacute m sua rede social, bem antes da pr&oacute pria. Porque &eacute evidente que o Brasil encontrou na telinha uma de suas mais efetivas formas de express&atilde o e, por meio dela, lan&ccedil ou seus artistas mais amados e seus mais odiosos vil&otilde es propagou suas fofocas e not&iacute cias, viveu seus anos dourados, seus anos de chumbo, seus velhos sonhos e suas antigas obsess&otilde es, como voc&ecirc ver&aacute nas nossas pr&oacute ximas atra&ccedil &otilde es... Para nos conduzir em tal passeio por essa divina com&eacute dia da vida privada n&atilde o poderia haver guia mais apropriada do que a jornalista Patr&iacute cia Kogut, que h&aacute duas d&eacute cadas e um piscar de olhos se mant&eacute m senhora do controle remoto, zapeando por um labirinto de canais para separar o joio da joia e resenhar para dezenas de milhares de leitores o que vale a pena ver de novo ou de velho nessa enxurrada de imagens nossas de cada dia. Kogut segue antenada e, nas p&aacute ginas seguintes, conecta o pa&iacute s com seu passado e seu futuro nestas 101 atra&ccedil &otilde es e mil e uma noites que sintonizaram o Brasil. &ndash Eduardo Bueno