*** PRÉ-VENDA *** (Des)conectados

Maum,Courtney - RECORD

  • R$ 49.9
Comprar
Em até 1x R$ 49.9
R$ R$ 49.9 no boleto
Formas de Pagamento

Parcelamento:

  • 1x de R$ 49,90

FORMAS DE PAGAMENTO

  • Visa
  • Master
  • Elo
  • Diners
  • Amex
  • Boleto
  • Boleto
loader
Nome Prazo de entrega Valor
Descrição

*** ATENÇÃO *** LIVRO EM PRÉ-VENDA, O PRAZO DE ENTREGA COMEÇA A CONTAR APÓS DATA DE LANÇAMENTO: 16/08/2019

 

<b>Um romance emocionante e bem-humora(...)

Ver mais

Detalhes
- isbn: 9788501113719
- idioma: PORTUGUES
- paginas: 336
- edicao: 1
- encadernacao: BROCHURA
Sinopse

*** ATENÇÃO *** LIVRO EM PRÉ-VENDA, O PRAZO DE ENTREGA COMEÇA A CONTAR APÓS DATA DE LANÇAMENTO: 16/08/2019

 

<b>Um romance emocionante e bem-humorado sobre o poder do afeto e das relações humanas.</b> Sloane Jacobsen é mundialmente conhecida por suas previsões revolucionárias. E, por causa delas, empresas multinacionais disputam a oportunidade de contratá-la para prestar consultoria e alavancar as vendas. É assim que acaba sendo convidada para auxiliar a Mamute, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, a criar seus produtos e suas apresentações para uma conferência anual sobre pessoas que escolheram não ter filhos. Mas Sloane não é mais a mulher que fora um dia. Há tempos não faz previsões como antes, seu relacionamento está definhando, sua família nem se lembra de convidá-la para a viagem do feriado de Ação de Graças. Tudo pelo que ela mais anseia é o contato físico, a atenção, o carinho. Até que, um dia, Sloane tem uma forte intuição de que o afeto voltará à moda. O problema é que distanciamento e entretenimento digital são fundamentais para a missão da empresa que a contratara. Apesar dos riscos a sua reputação, Sloane está convencida de que sua previsão sobre a volta da intimidade é verdadeira. E sua certeza faz com que a analista comece uma missão para defender o retorno das conexões físicas reais. Mas, para convencer os outros de que essa tendência não apenas é real como já está acontecendo, primeiro ela terá de aprender a se abrir para o mundo e aceitar que também pode ser amada novamente.